Como está a situação amorosa da mulher negra no Brasil?

0
811

De acordo com vários estudos, as mulheres negras têm mais dificuldades para engatar um relacionamento sério, e este é um assunto sobre o qual as pessoas não querem falar, mas é preciso. De acordo com o Nepem, Núcleo de Estudos e de Pesquisas sobre a Mulher, as mulheres negras se casam mais tarde, apresentam maior índice de celibato e também demoram mais para ter um relacionamento sério.

A situação das mulheres negras na questão de relacionamento amorosos está gradativamente melhorando, com o avanço de novas ideias e também de uma abertura maior de oportunidades para mudar traços de uma história que não condizem mais com a atualidade e a modernidade.

É certo que o mundo dos relacionamentos amorosos está intimamente ligado com as estruturas sociais, já que trazem uma grande bagagem histórica de casamentos por questões sociais (no quesito econômicas principalmente) não amorosas, mas isso tem mudado em partes, onde alguns padrões sem base de sustentação estão sendo quebrados, entre eles: casamento entre uma mulher mais velha e um homem mais novo, casamento entre pessoas do mesmo sexo e casamento interraciais.

Fonte: Unsplash

Se hoje há muitas mulheres negras solteiras, isso não tem nada a ver com suas personalidades, habilidades ou capacidades, mas sim com um estrutura social arcáica que ainda vive no imaginário de grande parte dos brasileiros, e que é preciso ser ensinado de forma diferente para ser aprendido.

Hoje, a mulher negra pode encontrar parceiros de diversas formas, tanto dentro da sua comunidade em suas atividades socais, como também através dos aplicativos de relacionamentos como o Badoo, ou ainda se permitindo ir atrás de novidades e de novos horizontes, sempre deixando claro o que é importante para si e como ela deve ser tratada.

Mesmo que a sociedade ainda encaixe a mulher negra dentro de certos padrões, ela precisa ir muito além disso, não deixando essas limitações influenciarem na sua felicidade, tanto no seu relacionamento consigo mesma, como também como os seus relacionamentos amorosos. Para isso separamos algumas dicas:

Pequeno Guia de Empoderamento Feminino Negro na Hora da Paquera 

Foto @createdbyjarrod

Antes de começar a paquera 

  • Antes de mais nada é importante estar com uma boa autoestima e se sentindo bem consigo mesma, para isso, faça frases de arfimações e deixe-as espalhadas pela casa falando: Eu sou bonita, Eu sou linda, Eu mereço ser feliz, Eu mereço um bom relacionamento, Eu mereço tudo o que sonho, Meu cabelo é lindo, Meu sorriso é lindo, Meu corpo é lindo, Eu me amo, O mundo está cheio de pessoas com as quais posso encontrar o amor e formar uma família. Essas afirmações te ajudam a mudar a forma como você pensa sobre si mesma, mudando a vibração que você manda para o mundo.
  • Cuide-se tanto externamente como internamente. Você precisa estar sempre se cultivando tanto por dentro quanto também por fora. Para isso, faça atividades físicas como nadar, fazer ioga, correr, etc, tenha uma alimentação equilibrada e cuide do seu sono (8 horas cada noite!). Lembre-se também de ter uma rotina tanto de beleza como também para ler, ver filmes e escutar música. Você precisa estar sempre cuidando do seu corpo, da sua mente e do seu espírito.
  • Mantenha um caderno com representatividade da mulher negra, no qual você coloca todas as mulheres negras que te inspiram com os seus textos e as suas imagens. Além disso, pequise como foram suas vidas amorosas, e aprenda com elas como você pode fazer de diferente ou não na própria.

Durante o começo da paquera 

  • Marque sempre o encontro num local seguro, no qual você vai se sentir bem, e preferêncialmente durante o dia, no caso do primeiro encontro. Evite também consumir bebidas alcoólicas. Esteja no controle da situação sempre.
  • Tenha bem claro qual é o seu perfil de interesse e se a pessoa tem os mesmos gostos e os mesmos desejos que você. Caso você não sinta esta sintonia, parta para outra.
  • Use o máximo de recursos possíveis para conhecer pessoas: vá aos eventos que te fazem feliz, marque encontre pelos sites de relacionamentos como o citado acima, peça para amigas indicarem lugares, etc.

Depois de começar a paquera 

  • Mesmo que você queira ignorar os sinais, eles são bastante claros, por isso fica muito difícil deixá-los passar despercebidos. Dessa maneira, se as coisas estão indo bem é porque está tudo ok, caso contrário, há algo errado. Depois de alguns encontros já dá para perceber qual é da outra pessoa, se ela tem interesse ou não em manter o relacionamento e também quais são as suas intenções. Isso não deve ser ignorado, se você sente algo dentro de si falando sobre o relacionamento não ignore.
  • Deixe sempre muito claro o que você quer. Por exemplo, se você quer uma família, você tem que falar sobre o assunto, não tenha medo de espantar candidatos. Não é porque você quer isso que você vai tomar a decisão correndo com a primeira pessoa, você também quer encontrar a pessoa ideal.
  • Não tenha medo de ficar sozinha, te levando a aceitar menos do que você mereça. Antes de tudo crie a sua vida e abra chances para novas oportunidades. Conheça bastante gente através de encontros, seja eles com conhecidos digitais ou físicos. Cultive-se e a pessoa certa vai aparecer!

Se você se interessou por este artigo, recentemente escrevemos sobre casais negros que além de manterem relacionamento amorosos também mantém relacionamentos de negócios. No artigo, você tem acesso há três histórias de parceiras de sucesso.

O que você achou do nosso Pequeno Guia de Empoderamento Feminino Negro na Hora da Paquera? Você concorda com os 9 pontos? Você conhece alguma mulher negra que está tendo dificuldade de começar um relacionamento sério? Você é uma mulher negra que já passou por problemas na sua vida amorosa? Não deixe de comentar com as suas opiniões e também de compartilhar este artigo com todos que possam usufruí-lo da melhor maneira o possível! Até a próxima.

 

 

 

Comments

Comentários