Casa preta: especial mulher negra, oficina de troca de conhecimentos ganha pacote exclusivo.

0
394

No julho das pretas o curso “Casa PRETA” ganha sua edição “Mulher negra” o curso que tem como método o modelo de troca entre professores e participantes, tem em sua equipe pesquisadoras negras com pesquisas no campo do racismo e sexismo no Brasil.

A edição que seguirá linhas de pensamentos de nomes como Angela Davis, Bell Hooks, Lélia Gonzalez entre outras referências negras femininas, conterá 12 cursos que discutirão: poesia negra feminina, feminismo, sexismo e narrativas femininas africanas.

Cada aula terá 3 horas de duração e já tem suas datas definidas, mas o material será disponibilizado para a revisitação do aluno durante 30 dias.

O Coletivo Di Jejê é um espaço para produção de conhecimento sobre feminismo negro e a questão racial no Brasil, os interessados no curso podem acessar o site Diaspora Black para mais informações e aquisição.

Comments