BBB21: Lumena traz debate sobre a luta de travestis no mês da visibilidade trans

0
6258
Foto: Reprodução/BBB21

No mês de janeiro é celebrado o mês da visibilidade trans, a celebração é de extrema importância para celebrar a vida de pessoas transgêneros que infelizmente lutam todos os dias pelo direito de serem quem são.

O Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo inteiro, e ter o assunto sendo pontuado de forma didática em tv aberta em um reality de grande audiência como o Big Brother Brasil é mais que importante, é necessário.

Na tarde da última quarta-feira (27) uma dinâmica patrocinada pela Avon foi realizada na casa do Big Brother Brasil, os confinados podiam escolher suas makes favoritas para usar na casa e levar como presente, o momento estava sendo bem aproveitado pelos participantes até que o participante Caio teve  a ideia das meninas maquiarem os meninos.

Caio, Fiuk, Projota e Rodolfo foram maquiados, e em tom de “brincadeira” escolheram nomes para representar seus “personagens” maquiados e desceram desfilando de forma performática.

A atitude dos brother incomodou Lumena, que lembrou que a maquiagem é usada como mecanismo de defesa e autoaceitação para milhares de travestis ao redor do mundo, Lumena ainda lembrou que a “brincadeira” é só uma brincadeira para os meninos lá dentro, mas aqui fora, pessoas trans são mortas por agirem da mesma forma que eles estavam agindo.

“O que você brincou hoje, para as outras pessoas, é violência.” desabafou a sister

https://twitter.com/LumenaPortal/status/1354512100996079628?s=20

A luta contra a transfobia é necessária ser aderida também por pessoas cisgêneros, ouvir pessoas trans, e entender suas dores e lutas, que são diárias é apenas um pequeno passo para a construção de uma sociedade mais acolhedora com as pessoas trans.

Nas redes sociais o ocorrido foi dividido, algumas pessoas não entenderam a problemática do assunto e foram contra a atitude da sister, nas redes sociais a #ForaLumena já lidera os trends topics, e essa postura reforça os dados que afirmam que o Brasil é um país preconceituoso, intolerante e transfóbico.

Comments