A solidão da mulher negra, meio que indiretamente virou assunto no BBB20, quando Thelma fala pra Gabi da dificuldade que foi para encontrar o amor da sua vida.

Thelma fala se referindo a época da faculdade, em que foi a única mulher negra da turma: “Por eu ter outra condição, eu sentia que tinha gente que não queria se relacionar comigo.”

Desde ser escolhida para o pique na escola até nos relacionamentos amorosos o fato de ser uma mulher negra pesa.

Na última prova do líder (27) quinta-feira alguns telespectadores comentaram sobre a Thelma ter sobrado no grupo de amigas para a escolha de dupla e ela se juntou ao Babu, que também não foi a primeira opção dos outros participantes. Thelma e Babu são os únicos participantes negros do reality.

E essa exclusão gerou na internet, o debate de que embora as mulheres da casa sejam “unidas” tem uma que na primeira oportunidade é deixada de lado, a Thelma, uma mulher negra.

Para muitos, esse episódio remeteu a época da escola, quando os alunos negros eram sempre deixados para a outra partida em uma brincadeira, ou quando mais velhas, enquanto as meninas brancas se juntavam para falar de namoradinhos as negras eram afastadas, pois eram zoadas pelos meninos.

Essas situações deixam marcas internas, assim como a Sister, muitas mulheres negras já sentiram na pele o que é ser rejeitada, ser uma opção às escondidas mas nunca a principal.

Thelma, atualmente não poupa comentários sobre o seu companheiro, em outras conversas já falou sobre todo o apoio que sempre recebeu dele, inclusive durante a faculdade, na transição capilar e no tão temido big chop.

“Eu encontrei o amor da minha vida, o Dê, a gente é muito companheiro, e nos apoiamos em tudo.” disse Thelma para a amiga

https://twitter.com/gramich/status/1233292704492244993?s=20

.

 

Comments

Comentários