Baile da Vogue: “Durante o ano todo metem o pau na branquitude para depois comparecer a esse tipo de festa”

0
2345

Por *Mauro Baracho – Mestrando em Antropologia e administrador da página AfroEstima.


Rolou, novamente, o Baile da Vogue e mais uma vez a presença de influencers e artistas pretos causou mal estar entre muitos de seus seguidores.

Eu não vejo o menor problema em pretos que formam opinião serem convidados para eventos de grandes marcas e irem. O problema é quando esta empresa já tem um histórico de episódios de racismo, inclusive de saudosismo da escravidão como é o caso da Vogue.

Eu não iria ao baile da Vogue por 3 motivos: o primeiro, pelo histórico da empresa, segundo é pelo tipo de branco que eu encontraria lá e a terceira seria ver os pretos que durante o ano todo metem o pau na branquitude para depois comparecer a esse tipo de festa.

Uma coisa para gente pensar é que muitos desses que compareceram ao baile sabiam que receberiam críticas do seu público, mas foram única e exclusivamente para saciar sua sede por aceitação da branquitude.

Ser aceito pelos brancos, para muitos, vale muito mais do que o respeito dos seus. Não posso culpa-los porque, também, nunca os vi falando da necessidade de construir espaços mais pretos.

Nós é que somos carentes de pessoas que de fato abracem um projeto de comunidade preta. Eu desconfio de todo preto que prefere ocupar os espaços da branquitude do que construir espaços mais seguros para os seus. Não confundam, também, estar na política e na universidade com estar no baile da Vogue. São duas coisas totalmente diferentes.

Tem gente tão faminta por aceitação que cobraria ocupar espaços nas células da kkk.

Curta : AfroEstima 

 

Comments

Comentários