Ações afirmativas no Estado de São Paulo

0
814

Cotas nas universidades paulistas poderão chegar a 50% e nos concursos públicos 35%

Um pouco mais de um mês após a presidenta Dilma Roussef anunciar a criação de um projeto de lei que reserva 20% das vagas em concursos federais para negros, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin institui programas de ações afirmativas para incluir mais negros nas Universidade Públicas e nos cargos públicos estaduais.

Hoje às 15h, haverá uma solenidade no Palácio do dos Bandeirantes para a assinatura do Programa Estadual de Inclusão, que cria um sistema de bônus para negros, pardos e indígenas nos concursos públicos.

“A ação afirmativa é bem vinda porque contempla no seu percentual de vagas a presença de negros no Estado de São Paulo, estimada em 35%”, afirma Elisa Lucas, coordenadora de políticas para a população negra e indígena da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania.

Cotas nas universidades estaduais chegará à 50%

Em entrevista ao Jornal SPTV desta quinta-feira (5), o governador Geraldo Alckim falou sobre o plano de Inclusão nas universidades. Somente alunos de escola pública poderão participar. A ideia é ampliar o sistema de cotas, para negros e indígenas e alunos de escolas públicas, que já existe nas universidades paulistas até que chegue a 50%. As mudanças que ainda serão discutidas com os reitores das universidades, acontecerão a partir de 2014, de forma gradativa.

Comments

Comentários

Artigo anteriorMandela e Stevie Wonder
Próximo artigoDilma vai discursar em homenagem a Mandela na África do Sul
Silvia Nascimento é jornalista e diretora de conteúdo do site Mundo Negro, curadora digital e produtora de conteúdo especializada em questões étnicas Ela foi considerada umas das negras mais influentes da Internet Blogueiras Negras e consagrada com o prêmio EmpregueAfro de Valorização da Diversidade Étnico-Racial. Ainda coordena o projeto Negros Digitais com comunicadores e influenciadores negros. Contato: silvia@mundonegro.inf.br