10% das mulheres negras têm…..anemia!

2393
6507

(Por Silvia Nascimento)Ser mulher negra significa também estar mais propensa a ter anemia. De acordo com um estudo americano, divulgado por um site especializado em saúde para população negra, cerca de 10% das mulheres negras abaixo de 49 anos têm deficiência de ferro.  Os sintomas da anemia são bem perceptíveis, sobretudo para as mulheres que ainda menstruam. Se você se encaixa em algum dos perfis abaixo, procure um médico para medir seu nível de ferro no sangue:

 

  •  Minha menstruação dura mais que cinco dias 
  • Meu sangramento uterino é anormal, como de miomas. 
  • Estou grávida.( Cerca de 20% das mulheres nos países industrializados têm deficiência de ferro durante a gravidez – gestação  de múltiplos aumentam significativamente o risco)

A anemia se desenvolve quando você não tem glóbulos vermelhos saudáveis suficientes para transportar oxigênio por todo o corpo.  Anemia afeta uma em cada 10 meninas, mulheres e adolescentes. Também se desenvolve em homens e crianças e está ligada a algumas doenças.

Sintomas da Anemia:

Se você está sempre cansada, mesmo que você tenha dormido bem ou você não tem a energia para as atividades normais, você pode ter anemia. Pode ser uma causa subjacente de problemas de memória ou de humor. Os sintomas variam, mas entre os principais estão:

 

 

headache-300x283

  • Fraqueza
  • Tontura
  • Dor de cabeça
  • Dormência ou frieza nas mãos e pés
  • Baixa temperatura corporal

 

 

 

Os sintomas relacionados com o coração

As pessoas com anemia têm menos oxigênio no sangue, o que significa que o coração tem de trabalhar mais para bombear oxigênio suficiente para os seus órgãos. Sintomas cardíacos relacionados incluem arritmia (um ritmo cardíaco anormal), falta de ar e dor no peito.

 

Fatores de risco de anemia

Mulheres e pessoas com doenças crônicas têm maior risco de anemia. Quando as mulheres perdem sangue em períodos menstruais abundantes, elas podem tornar-se anêmicas. Gravidez também provoca alterações no volume de sangue de uma mulher que pode resultar em anemia. Doenças crônicas, como doença renal pode afetar a capacidade do corpo para produzir células vermelhas do sangue. Uma dieta pobre em ferro, ácido fólico ou vitamina B12 também aumenta o risco. E alguns tipos de anemia são hereditários.

 

Causa (1) baixa ingestão de ferro

A dieta é pobre em ferro pode causar anemia. O ferro por meio das plantas e suplementos não é tão bem absorvido como pelo consumo da carne vermelha. Alguns problemas digestivos e até cirurgias gástricas podem interferir na absorção do ferro. Alguns medicamentos e alimentos também podem prejudicar absorção.

São eles:

  • Laticínio
  • Outros alimentos ricos em cálcio
  • Os suplementos de cálcio
  • Antiácidos
  • Café
  • Chá

 carne

O corpo precisa de ambas as vitamina B12 e ácido fólico para produzir células vermelhas do sangue. Uma dieta muito baixa em tais vitaminas pode às vezes causar anemia. Uma doença autoimune ou problema digestivo também pode evitar que o seu corpo de absorver B12 suficiente. Alimentos de origem animal e cereais matinais fortificados são boas fontes de B-12.

 

 

Causa (2) Perda de sangue

Perdendo muitas células vermelhas do sangue é uma causa comum de anemia. Pesados ​​menstruação, úlceras, lesão ou cirurgia pode causar perda de sangue o suficiente para levar a anemia por deficiência de ferro. As mulheres que têm períodos menstruais pesados ​​devem ser testadas para anemia cada ano.

 

Causa (3)Anemia Falciforme

 

anemia falciforme

A anemia falciforme é uma doença hereditária, muito comum entre negros, em que o corpo produz uma forma anormal de hemoglobina. Isto faz com que as células vermelhas do sangue fiquem em forma de foice, dificultando a passagem pelos vasos sanguíneos, levando a dor e os danos aos tecidos do corpo. As células vermelhas do sangue também morrem mais rapidamente do que os glóbulos vermelhos normais.

 

 

Viver com Anemia

Para tratar a sua anemia bastar ter uma dieta equilibrada que te dará mais energia e balanceará seu organismo. A mudança na alimentação e a ingestão de suplementos, feitos com acompanhamento de um profissional lhe trará uma melhora significativa de qualidade de vida. Somente um médico é capaz de avaliar suas reais carências nutricionais, se você tem uma doença crônica ou se é apenas um problema temporário.

 

Comments